11 3395-8160
 

Blog

Acompanhe as notícias do setor previdenciário.

Como uma advogada pode te ajudar na sua aposentadoria?

Uma advogada pode te ajudar de diversas maneiras a alcançar uma aposentadoria realmente vantajosa! Sabe como? Confira: 1. Calcula a melhor regra de aposentadoria: sem os cálculos, não é possível saber qual a melhor aposentadoria possível para o seu caso. 2. Descobre como aumentar o seu tempo de contribuição: existem vários períodos que o INSS não reconhece automaticamente, como período rural, militar ou tempo de trabalho em atividade especial. 3. Auxilia na busca da documentação necessária: Na maioria das vezes o pedido de aposentadoria requer a apresentação de muitos documentos que os segurados desconhecem. A advogada irá te orientar sobre como comprovar esses...

Leia mais

4 formas de aumentar o valor de sua aposentadoria.

Quer saber como aumentar o valor da aposentadoria? Confira abaixo 4 maneiras que separamos para você: 1⃣ Revisão de Vida Toda: esta revisão é especialmente vantajosa para quem recebia altos salários antes de 1994. Para solicitar essa revisão, o segurado deve ser aposentado há menos de 10 anos e ter tido o benefício concedido entre 29/11/1999 e 12/11/2019. 2⃣ Reconhecimento de Vínculos Trabalhistas: se haviam períodos de trabalho que não constavam no seu CNIS na época da sua aposentadoria, pode reconhecê-los, podendo aumentar o valor do benefício. Isso pode acontecer também com quem ganha ações trabalhistas após ter se aposentado e passa...

Leia mais

Como pedir a Revisão da Vida Toda?

O pedido da Revisão da Vida Toda deve ser feito preferencialmente por meio de um processo judicial, com o auxílio de um advogado especialista em Direito Previdenciário - principalmente porque será preciso a realização de cálculos a fim de constatar SE a revisão será benéfica no caso específico. Para ter o direito à Revisão da Vida Toda é necessário o preenchimento de 3 requisitos:1) Benefício concedido antes da reforma da previdência de novembro de 2019;2) Existir contribuições mais altas anteriores a julho de 1994;3) Benefício concedido a menos de 10 anos (prazo decadencial). Preenchidos os 3 requisitos, basta calcular a renda mensal...

Leia mais

Beneficiário de Aposentadoria por Invalidez tem direito a Revisão da Vida Toda?

Muito se fala na revisão para aposentados por tempo de contribuição ou tempo de serviço, fazendo com que a grande maioria dos beneficiários acreditem que apenas quem se aposentou nessas modalidades tem direito a atualizar o valor do benefício. Entretanto, o entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) possibilita a revisão da vida toda tanto para os beneficiários da aposentadoria por invalidez como também para os que recebem auxílio-doença, já que essas são modalidades que igualmente exigiram uma contribuição prévia para a sua concessão. Fique atento aos REQUISITOS para que seja possível a revisão da vida toda, como por exemplo, que a concessão...

Leia mais

Aposentadoria Especial exige idade mínima?

Você exerce ou já exerceu um trabalho com exposição a agentes nocivos, prejudiciais ou insalubres? Se a resposta for sim, você pode ter direito a uma das três regras de Aposentadoria Especial. Confira: 1. Regra de Direito Adquirido da Aposentadoria Especial É aplicada para quem já cumpriu o tempo de atividade especial necessário para se aposentar ANTES da Reforma da Previdência (até 12/11/2019). Grau grave: 15 anos de atividade especial; Grau médio: 20 anos de atividade especial; Grau leve: 25 anos de atividade especial. 2. Regra de Transição da Aposentadoria Especial É aplicada para quem já trabalhava em uma atividade especial antes da Reforma, mas NÃO CUMPRIU...

Leia mais

Revisão da Vida Toda: posso incluir as contribuições feitas após a minha aposentadoria?

Não é possível incluir as contribuições realizadas após a aposentadoria nos cálculos da revisão da vida toda. Na revisão da vida toda são incluídas apenas as contribuições anteriores a julho de 1994, mas não as que o contribuinte fez após se aposentar. O motivo é que a revisão da vida toda tem como objetivo corrigir um erro do INSS, em que foi aplicada uma regra de transição que excluía as contribuições anteriores a julho de 1994 do cálculo do benefício. Incluir contribuições posteriores à aposentadoria seria, na verdade, uma “desaposentação”, e o Supremo Tribunal Federal já se manifestou pela impossibilidade desta situação, devido...

Leia mais

Prova de vida 2023: INSS agora é responsável por buscar informações dos segurados.

Foi assinada na terça-feira (24) a portaria que regulamenta os novos procedimentos do Instituto Nacional do Seguro Social em relação à prova de vida dos segurados. Desde 1º de janeiro, cabe ao próprio INSS verificar se o beneficiário segue vivo. Com a medida, o INSS terá 10 meses, a partir da data de aniversário do beneficiário, para comprovar que o titular está vivo. Se o órgão não conseguir fazer a comprovação nesse período, o segurado ganhará mais dois meses para provar que está vivo. Nesse caso, o beneficiário será notificado pelo aplicativo "Meu INSS", por telefone pela Central 135 e pelos bancos, para identificar-se e informar o governo. Apesar...

Leia mais

Quem tem direito a REVISÃO DA VIDA TODA?

O Supremo Tribunal Federal confirmou em 1º de dezembro, uma decisão que permite que aposentados e pensionistas do INSS tenham direito à chamada "revisão da vida toda". Essa revisão poderá ser pedida pelos trabalhadores que começaram a contribuir para o INSS antes de 1994 e que se aposentaram depois de 1999. A revisão beneficia principalmente quem, antes de 1994, tinha altos salários e cujas contribuições, ao serem computadas na aposentadoria, farão diferença no cálculo do valor. Quem tem direito? ✔Quem se aposentou antes da reforma da previdência de novembro de 2019; ✔Quem possui contribuições anteriores a julho de 1994; ✔Aposentadoria ou pensão por morte recebidas com...

Leia mais

INSS: sabia que é possível ser contribuinte, mesmo sem trabalhar?

Quem não tem atividade remunerada pode contribuir para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para ter direito a benefícios previdenciários, como aposentadoria, salário-maternidade e pensão por morte. Nesse caso, a contribuição é facultativa e deve ser feita todos os meses por meio do pagamento da Guia da Previdência Social (GPS). Podem ser contribuintes facultativos os desempregados, estudantes e donas de casa, por exemplo (veja lista completa abaixo). É preciso ainda ser maior de 16 anos. As contribuições são feitas mensalmente sobre valores que variam de um salário mínimo (R$ 1.212) até o teto do INSS (R$ 7.087,22). O contribuinte pode escolher entre três...

Leia mais

Tenho depressão. Posso pedir auxílio-doença?

🔹SIM! Se a depressão estiver em um grau que impeça o segurado de trabalhar ou exercer as atividades comuns do dia a dia, PODE gerar direito ao auxílio-doença (benefício por incapacidade temporária). 👉Os requisitos para a concessão do auxílio-doença são:A) Qualidade de segurado;B) Carência de 12 contribuições para o segurado empregado;C) Incapacidade total para o trabalho. 🔹Segundo a OMS, a depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças, e pode se tornar uma crítica condição de saúde. 👉Portanto, apesar de muitos benefícios serem negados sob a alegação de ausência...

Leia mais
Chame no Whatsapp!